O Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado do Rio Grande do Sul repudia de forma veemente a ameaça sofrida pela equipe de arbitragem que trabalhou no confronto entre Veranópolis e Inter, na última quarta, no Estádio Antônio David Farina. Na ocasião, como mostra a súmula de Anderson Daronco, o grupo sofreu graves ameaças de membros ligados ao time da casa.

Situações como essa jamais podem ser toleradas em uma praça esportiva. Em função disso, aguardamos providências urgentes das autoridades para que sejam identificadas e responsabilizadas as pessoas envolvidas neste lamentável episódio.

Maicon Soes Zuge,
Presidente do Safergs.