SAFERGS

O desabafo do árbitro Diego Real: “Não sou um criminoso”

diego

Em entrevista ao jornalista Luiz Zini Pires, do jornal Zero Hora, Diego conta o que passou depois do polêmico jogo no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, no último domingo.
Escreve Zini: “Minha conversa de 29 minutos e 12 segundos com Diego Almeida Real, o polêmico árbitro de Juventude e Inter (1 a 0), no domingo, em Caxias, terminou assim na manhã desta terça-feira.– Não sou um criminoso. Não matei. Não trafiquei. Errei ao marcar um pênalti. Foi falha minha. Sou o único culpado. 

Confira o texto completo, clique aqui.

Faça um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>